ESTUDO DE CASO

Você acha que cabos tronco não precisam ser testados? O MultiFiber Pro mostra a um técnico de instalação que, na verdade, certamente precisam ser testados.

9 de abril de 2013

Baixar PDF

Em um relance

Customer: Installation Contractor for IT Infrastructure

Industry: IT Infrastructure

Location: U.S. East Coast

 

Desafio:

Issues with trunk cables can often sneak into an installation After all, this cable is generally pre-tested and certified, so it must be fine. Esta percepção comum certamente era uma este empreiteiro contratado para a instalação tinha, mas, apesar disso, ele tinha problemas persistentes com um projeto específico. De fato, o problema era tão persistente que apesar do exame, limpeza e novos testes repetidos dos links com sua unidade OTDR, os instaladores não conseguiram isolar o problema. Em consequência, estavam vendo a rentabilidade de seu trabalho desaparecer devido à quantidade de horas-homem adicionais.

 

Resultado:

A empresa entrou em contato com a Fluke Networks, e logo ficou sabendo que, embora os instaladores tivessem as melhores ferramentas de teste da fibra no mercado, não tinham as ferramentas corretas. Além disso, o fato de o cabo ser “pré-testado e certificado” não oferecia realmente a garantia que achavam que tinham. A Fluke Networks mostrou ao técnico como o MultiFiber Pro da Fluke Networks conseguia solucionar os problemas as mais complicados do tronco da fibra.

 

Produto:

MultiFiber Pro Optical Power Meter

Cliente

Os troncos da fibra de MPO (Multi-Fiber Push On) são o alicerce dos data centers de alta velocidade de hoje, e esses troncos com velocidades de 10 Gbps, 40 Gbps e 100 Gbps representam o segmento que mais cresce na indústria. Isso significa que os profissionais que podem instalar, testar e solucionar problemas destes tipos de conexões estão em alta demanda. E, reciprocamente, esses profissionais precisam passar rápida eficientemente de um projeto da instalação para outro, estando sempre prontos para ir para o próximo.

Desafios

Contudo, mesmo um técnico de instalação de alto calibre pode ser imobilizado por um problema particularmente difícil com uma implementação de MPO. A empresa estava no meio de uma instalação que consistia em duas gavetas de fibra de MPO e em um cabo tronco MPO pré-testado e certificado. Mas as coisas não estavam indo bem

O fabricante do equipamento que estavam usando exigia que os limites de aprovação/reprovação fossem calculados com a calculadora da perda do link da empresa e que fossem então colocados em ferramentas de teste como o DTX CableAnalyzer da Fluke Networks e utilizados como um limite personalizado. E estes limites personalizados são rígidos; mais restritos até mesmo do que o padrão tradicional do setor, o TIA-568-C. Orçamentos totais de somente 1,40 DB são comuns para dois links de gaveta

E, infelizmente, o técnico da instalação estava esforçando-se para completar o serviço abaixo do orçamento para aquela parte do trabalho especificamente. Os instaladores repetidamente examinaram, limparam e testaram novamente as fibras sem conseguir resolver o problema. Em consequência, a rentabilidade desse trabalho particular estava desaparecendo com cada hora adicional de teste, levando a empresa a entrar em contato com o seu distribuidor, que, por sua vez, contatou a Fluke Networks.

Solução

A Fluke Networks trabalhou com a empresa para identificar os dois problemas que paravam o projeto. O primeiro era uma problema não intuitivo com o próprio cabo. It was “pre-tested” – but what did that actually mean?

O cabo Pré-testado deveria representar uma economia de tempo significativa para todos os instaladores: it's already terminated, tested and certified, making it “good to go” for installation. Entretanto, na verdade, não é. O cabo pré-testado somente é garantido enquanto se encontra nas instalações de fabricação. De lá, ele deve ser enviado, armazenado, dobrado, puxado e, de outras maneiras, manipulado durante todo o processo da fábrica à instalação. Tudo isto introduz um número enorme de oportunidades para a contaminação ou danos que podem conduzir à degradação do desempenho, mesmo dos melhores cabos pré-certificados. Testes apropriados dos cabos pré-terminados após a instalação é a única maneira de garantir o desempenho de um aplicativo em execução.

O segundo desafio era a localização do problema: a gaveta. It turns out that – despite the fact that the installer was using the de factor cable test tool on the market, the Fluke Networks DTX CableAnalyzer – the tool was unable to “see” the issue. E isso acontece porque a única maneira de isolar o cabo tronco da gaveta é com o MultiFiber Pro Optical Power Meter da Fluke Networks.

O MultiFiber Pro é o único testador de fibra que consegue testar fibras de troncos MPO sem usar cabos dispersos, eliminando a complexidade dos problemas de polaridade, e facilitando o teste de cassetes no campo. Seja usando troncos de fibra pré-testada e terminada de 10 Gbps ou planejando para a próxima geração de desempenho de 40/100 Gbps, os data centers estão padronizando em torno de uma solução de conectores MPO (Multi-fiber Push-on), e essas conexões precisam ser testadas com o MultiFiber Pro.

Uma instalação típica de fibra em data centers significa uma validação MPO imprecisa, demorada e sujeita a erros. E quando você inclui a polaridade de todas as conexões de fibras 12, isto se transformam em uma atividade manual quase aleatória. E, se você migrar de 10 Gbps a 40/100 Gbps no mesmo cabo? Você precisa de testar e validar o desempenho novamente.

O MultiFiber Pro é 90% mais rápido que o método de teste de fibra de modalidade única, pois mede a perda de energia e valida a polaridade em 12 fibras em um único conector - um teste, todas as doze fibras - reduzindo o tempo do teste de semanas para dias.

Resultados

O problema para este instalador específico acabou sendo, na verdade, razoavelmente simples: A fibra de breakout entre os conectores LC e MPO é tão curta que cai no que é conhecido como a zona morta de eventos para uma ferramenta de reflectômetro óptico de domínio do tempo (OTDR)... para qualquer ferramenta de OTDR, incluindo o DTX CableAnalyzer. In short, the breakout link “disappears” and looks to be a single connection as far as the tool is concerned, making it technically impossible for an OTDR to isolate problems that occur within the cassette.

Quando o instalador tinha um MultiFiber Pro em mãos, podia determinar imediatamente que os próprios cabos do tronco, apesar de serem pré-testados, de fato não atendiam as especificações.

Além disso, a empresa tem agora um método para testar, com rapidez e confiança, troncos de fibra MPO no campo. leva uma média de 6,5 minutos para configurar e testar cada uma do 12 fibras em um tronco MPO, de acordo com um pesquisa realizada pela Fluke Networks. O MultiFiber Pro reduz este tempo em aproximadamente 20 segundos (14 segundos para configurar, 6 segundos para testar). Para um data center normal com 1.600 troncos MPO, o testador MultiFiber Pro pode economizar aos técnicos contratados mais de 155 horas de trabalho e 17.000 USD$ em custos, pressupndo-se uma média salarial da mão de obra de USD$ 55.

No geral, o MultiFiber Pro não só resolveu o problema imediato do empreiteiro da instalação para esse trabalho específico, mas fornecerá economia significativa e maior eficiência em cada instalação de MPO daqui para a frente.